MadeTecnologia

MadeTecnologia

Leitura: 3 minutos

As tendas para eventos são encontradas em diversas especificações técnicas, como a bolha, a piramidal, a tensionada, a sanfonada, a galpão, a sombrite, dentre outras, a fim de atender com precisão as necessidades básicas de uma área. As linguagens de programação não funcionam muito diferente dentro do seu ramo de atuação. 

Explicando de um jeito breve, elas consistem em conjuntos de símbolos e códigos, capazes de orientar a programação de estruturas da web, o que inclui o desenvolvimento de sites e aplicativos como o Google e as redes sociais, que fazem parte do nosso dia a dia. 

Eis que te pergunto: você sabe quais são as linguagens mais usadas no mercado de tecnologia e que otimizam diversas pontas? Pensando em te ajudar a responder essa pergunta, separamos alguns dos modelos mais famosos do mercado. Continue lendo esse post e saiba mais! 

1. Java

A mesa rústica de madeira é considerada o objeto principal de algumas decorações, especialmente aquelas que remetem a um ar mais campestre. Por essa razão, é muito comum encontrá-las em acampamentos, compondo todo o ar do local. 

Se formos imaginar o acampamento como um universo digital, a mesa poderia representar facilmente o Java, considerada a linguagem de programação mais popular do mundo. Em síntese, ela consiste na implementação da tecnologia Bytecode, que assegura vários benefícios. 

Atualmente, esse modelo conta com uma importante expansão: o JavaScript! Considerada a queridinha dos programadores, ela permite criar estruturas interativas e dinâmicas, como as das redes sociais, assegurando muitos recursos otimizados e versáteis. 

2. PHP

Poucas pessoas fora do ramo da tecnologia sabem o que é o WordPress, mas com certeza todo mundo já acessou ao menos um site alocado na plataforma. No geral, ela é responsável por 35% de todas as páginas da web e desenvolvida a partir da linguagem PHP (Hypertext Preprocessor). 

Focando nas características dessa linguagem de programação, é possível dizer que ela assegura tanto suporte para realizar um estrutura otimizada quanto para garantir a orientação a objetos, podendo ser incorporada ao código HTML ou integrar sistemas de gerenciamento de conteúdo.

3. C

Fazendo parte de uma boa parcela dos sistemas operacionais, a linguagem de programação C se caracteriza por sua estrutura simplificada e potabilidade. Para que se ajuste a diferentes demandas, ela é encontrada em várias extensões, como: 

  • C#: ideal para sistemas da Microsoft, o que inclui os apps para Windows Phone, a versão garante suporte à orientação a objetos e sintaxe fácil compreensão;
  • C++: criada na década de 80, a versão destaca-se por sua alta performance, destinado para apps complexos, jogos, editores de texto, editores de imagem, etc; 
  • Objective-C: baseada em SmallTalk e na linguagem tradicional C, ela é utilizada para criação de sistemas em iOS. 

É válido destacar que a linguagem de programação Objective-C vem perdendo espaço no mercado desde a criação do modelo Swift, que caracteriza-se por oferecer códigos mais ricos e seguros para desenvolver os otimizados sistemas da Apple. 

4. Python

A linguagem de programação Python é bem antiga, tendo sido lançada mais precisamente em 1991. Por muito tempo, o modelo ficou na sombra do Java e do C, mas vem ganhando mais espaço no mercado nos últimos anos. 

Desenvolvida por Guido Van Rossum, um famoso programador e matemático holandês, ela se caracteriza como uma versão de alto nível, com tipagem dinâmica, sintaxe clara, intuitiva e simples, código aberto e recurso multiplataforma. 

Ah, e você sabia que tecnologias da indústria 4.0, como aquelas que otimizam os processos de manutenção preditiva do motor Weg 2cv também podem ser desenvolvidas a partir da linguagem de programação Python?

Devido às suas características otimizadas e performance avançada, ela costuma ser bem popular para o desenvolvimento de recursos como: inteligência artificial (AI), Machine Learning, Big Data e robôs colaborativos. 

Gostou do nosso post com 4 linguagens de programação mais usadas no mercado de tecnologia? Então compartilhe com os colegas e deixe o seu comentário!

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Larissa Rhouse,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.

Compartilhe

O que podemos fazer
pelo seu negócio?