MadeMarketing

MadeMarketing

Leitura: 5 minutos

Uma das melhores formas de conseguir tráfego orgânico para o seu site é através de estratégias de SEO. Mas, para garantir que elas estão funcionando, é necessário checar regularmente, por meio de uma auditoria de SEO. 

A auditoria de SEO consiste em identificar todos os erros estruturais, de conteúdo, de backlinks e técnicos que possam estar prejudicando o ranqueamento e visibilidade do seu website, e precisa de um bom planejamento para funcionar. 

Continue a leitura e saiba mais sobre como a auditoria de SEO pode ajudar o seu site a alcançar as melhores posições nos sites de busca. 

O que é uma auditoria de SEO? 

Ao ouvir a palavra “auditoria”, muitas pessoas já ficam desesperadas, por conta da quantidade de variáveis que precisam ser analisadas, desde conteúdo até o código do site. 

Qualquer coisa tem um impacto direto no SEO do site e, por conta disso, é preciso monitorar regularmente o que pode estar dando errado. Não espere a bomba estourar para tomar uma atitude. 

Além disso, a auditoria de SEO constante leva um ótimo retorno para o seu blog/site, já que você pode encontrar erros que nem sabia que existiam no site e, muitas vezes, são simples de serem solucionados. 

O problema maior é quando vários errinhos acumulam. Isso pode interferir diretamente nos resultados do seu website. 

A auditoria de SEO é exatamente isso: mapear todos os possíveis erros de SEO que podem estar prejudicando o seu site, de modo que diminua o alcance dele. 

Existem vários pontos a serem considerados na hora de fazer a auditoria, como métricas, distribuição de palavras-chave, qualidade do conteúdo, backlinks, entre outros. Para um resultado completo e assertivo, é preciso levar em consideração os seguintes pontos: 

  • Problemas de estrutura do site;
  • Análise de palavras-chave;
  • Problemas técnicos de SEO;
  • Problemas de SEO on-page;
  • Problemas de SEO off-page;
  • Problemas de experiência do usuário;
  • Lacunas (gaps) de conteúdo e oportunidades.

Ter um site bom e que agregue experiência ao usuário é a melhor maneira de conseguir tráfego orgânico para o seu blog, além de aumentar a visibilidade dos seus conteúdos. 

Como fazer uma auditoria de SEO? 

Como dito acima, é necessário considerar diversos aspectos do site para fazer uma auditoria eficiente e assertiva. Ela é realizada em vários passos diferentes e, dependendo da situação do site e quantos erros tiverem, pode ser que leve dias ou até mesmo semanas. 

É preciso seguir os passos para fazer uma auditoria eficiente: 

Ter muito conteúdo não é sinônimo de qualidade

Ter muito conteúdo não é sinônimo de qualidade, por isso, a auditoria de SEO pode ajudar

Conduzir uma análise de palavras-chave na auditoria de SEO

Você sabe quais palavras-chave estão ranqueando no seu site? Sabe o que o seu público pesquisa ao se deparar com a sua página? Se a resposta é não, isso é um problema. Outros fatores podem impactar diretamente o seu site, e a segmentação ruim de palavras-chave pode ser um deles. 

Se basear apenas nos mecanismos de busca para atrair leads em potencial pode ser uma boa estratégia, quando o seu site já tem autoridade o suficiente e um bom ranqueamento. 

Muitos profissionais estão aproveitando o hype da otimização dos mecanismos de busca para atingir o público. E, para ter uma boa autoridade, é preciso mapear e conhecer muito bem as palavras-chave do seu site. 

Para conduzir uma análise de palavras-chave eficiente e descobrir quais delas estão levando tráfego orgânico para a sua página, é necessário: 

  • Entrar no SEMRush e colocar a URL do seu site; 
  • Analisar as palavras-chave orgânicas que a ferramenta já disponibiliza; 
  • Verificar quais páginas ocupam as primeiras posições com essas palavras-chave; 
  • Analisar quais as melhorias que você pode fazer na sua página para desbancar a concorrência (por exemplo inserir mais imagens ao longo do texto). 

Após seguir todos esses passos, é hora de “colocar a mão na massa”. Melhore as páginas que estão ranqueando, aumente o conteúdo, tire links quebrados, entre outros. 

Garanta que os meta dados do seu site também tenham palavras-chave que são relevantes para o seu negócio. 

Encontre páginas ruins e delete-as 

Existem vários fatores que podem tornar uma página ruim. Ter muito conteúdo não é sinônimo de qualidade. 

Conteúdo duplicado, imagens pixeladas, links quebrados, falta de H1 e H2 com a keyword principal são alguns exemplos de páginas consideradas ruins. 

Isso acontece porque o Google costuma valorizar mais domínios que possuem páginas que agreguem valor ao usuário. Qualquer página que receba poucas visitas, tenha poucos links internos e externos e conteúdo muito curto, não vai ganhar destaque nas ferramentas de busca. 

Muitas vezes, essas páginas nocivas passam despercebidas na hora da construção do site. Isso faz com que você mesmo se prejudique. Se o seu site possui:

  • Conteúdos antigos e obsoletos; 
  • Páginas sem qualidade de SEO on e off page; 
  • Páginas antigas de produtos; 
  • Páginas de arquivo; 
  • Páginas sem conteúdo original; 
  • Páginas de busca interna; 
  • Páginas com menos de 200 palavras; 
  • Entre outras. 

Com certeza elas estão impactando nos resultados de ranqueamento do seu site. Se você não limpa suas páginas nocivas há mais de um ano, com certeza você está sendo prejudicado. 

Para saber quais páginas do seu site o Google está indexando, vá até ele e digite site:seusite.com.br. 

O resultado pode te surpreender positivamente ou negativamente. O Google é a melhor fonte de informação para você saber como está o ranqueamento do seu website. Controlar as páginas ruins também é ótimo para estratégias de SEO. 

Para saber exatamente quais são as páginas nocivas, você pode ir no Google Analytics -» conteúdo de páginas -» todas as páginas. Selecione um tempo de pelo menos 3 meses e veja as páginas menos acessadas. É por essas que você tem que começar a otimização ou deletá-las. 

Importância dos detalhes ao realizar auditoria de SEO

Nessas páginas nocivas podem ter detalhes pequenos que muitas vezes passam despercebidos, entre eles: 

Título e Metadescription 

O título deve ter entre 55 e 65 caracteres, já que esse é o máximo que o Google Search Console permite ser exibido dentro das SERPs. A metadescription deve ter no máximo 160 caracteres e conter a palavra-chave principal nela. É possível visualizar como essa combinação aparecerá nos resultados de busca pelo próprio wordpress e pelo SEO Mofo. 

Etiqueta Alt 

As imagens precisam complementar o conteúdo e agregar relevância e valor para o usuário, mas também é necessário que você utilize tags e títulos alternativos para as imagens, que sejam descritivos. 

URLs

Além disso, as URLs têm um impacto direto no SEO. É necessário que elas sejam otimizadas e façam com que o Google determine a conexão entre o conteúdo da página e a URL. 

O site Mobile precisa ser otimizado e levar uma ótima experiência para o usuário

O site Mobile precisa ser otimizado e levar uma ótima experiência para o usuário

Desempenho Mobile 

A grande maioria do tráfego vem através de smartphones e tablets. Por isso, o site Mobile precisa ser otimizado e levar uma ótima experiência para o usuário. O AMP precisa estar muito bem configurado para melhorar o ranqueamento. 

Velocidade de carregamento 

Além de todos os tópicos citados acima, a velocidade de carregamento do site também é de extrema importância para o desempenho do site. Sites que demoram mais para carregar apresentam taxas de rejeição mais altas, e os usuários não têm paciência para esperar o site lento carregar. 

Você sabia de tudo isso? A auditoria de SEO é extremamente importante para o seu negócio. 

A MadeinWeb possui diversos especialistas em marketing digital e em SEO. Entre em contato conosco e vamos conversar sobre o seu projeto.

 

Compartilhe