MadeinWeb

MadeinWeb

Leitura: 7 minutos

O Data-Driven Marketing nada mais é do que uma estratégia de marketing baseada em dados. Esse conceito envolve principalmente tomar decisões apoiadas em indicadores reais, usando algoritmos matemáticos e estatística. Caracteriza-se por ser diferente de deliberar com base em fatos empíricos, ou seja, sem comprovação científica ou teórica.

Uma das mais importantes vantagens do marketing digital é a possibilidade de determinar soluções antes de tomar decisões. Porém, em ações como uma campanha, há milhões de combinações de indicadores geradas e, em uma análise comum, poucas são realmente aproveitadas. O Data-Driven Marketing corrige justamente isso.

O principal objetivo desta estratégia é usar os dados já disponíveis para gerar mais tráfego e leads, além de reverter o que não é adequado, incentivar o que está gerando resultados e conseguir base para novas ações. Acompanhe os passos para usar essa estratégia em seu projeto.

Assista o resumo do post aqui

8 passos para executar um projeto usando o Data-Driven Marketing

 A seguir definiremos os passos necessários para adotar essa estratégia.

  • Passo 1: Defina os objetivos.
  • Passo 2: Determine as métricas que serão avaliadas.
  • Passo 3: Estabeleça como acontecerá a extração e apresentação destas métricas.
  • Passo 4: Decida uma data para que as métricas sejam analisadas.
  • Passo 5: Utilize a IA para validar dados coletados e gerar insights.
  • Passo 6: Analise os insights e tome as decisões com base neles.
  • Passo 7: Acompanhe e ajuste as métricas até estarem exatas.
  • Passo 8: Recomece todo o processo.

O que é o Data-Driven Marketing?

Além de adotar novas ferramentas, como as soluções de Business Intelligence (BI), há também uma cultura Data-Driven que trabalha com a revisão de processos e ganho de conhecimentos.

Data-Driven, em uma tradução mais literal, significa “direcionado por dados”. Então, sem essa ferramenta, é comum a tomada de decisão se basear em gostos pessoais, mesmo com números e dados precisos. O Data-Driven serve justamente para seguir por outro caminho, que não seja o das preferências individuais.

Portanto, trata-se de uma base formada por muitos dados, que são coletados, tratados e analisados com o objetivo de gerar insights nas empresas.

Por que usar o Data-Driven?

As soluções Data-Driven são um conjunto de ferramentas, softwares e métodos que tornam mais fácil o armazenamento e a interpretação de dados, transformando-os em informações muito importantes.

Levando em conta este conceito, você terá uma gestão baseada em ciência e análise de dados, que é muito mais eficiente do que aquela baseada em experiência ou intuição.

Como exemplo, temos uma pessoa que possui mais facilidade no uso do Facebook e dificuldade no uso do Instagram. Esse profissional terá uma tendência a incentivar mais o uso da mídia à qual ele mais é adepto (o Facebook).

Pode acontecer também do indivíduo acreditar que, por ele possuir mais facilidade com determinada mídia, o seu público-alvo também vai possuir. Baseado nisso, ele transforma a tal mídia no centro da estratégia digital. Estes são dois erros que o Data-Driven Marketing procura evitar.

 

Mostrando os dados do Data Driven para a equipe

Para que a estratégia de Data-Driven funcione, é preciso seguir alguns princípios e, principalmente, ter confiança neles

Quais são os princípios do Data-Driven Marketing?

Implantar uma cultura envolve vários princípios. A seguir, iremos listá-los.

Para aplicar o Data-Driven Marketing, é necessário investir em:

  1. Liderança;
  2. Comportamento;
  3. Tecnologias;
  4. Processos.

Já para alcançar o triunfo em todo esse processo, devemos persistir e ter confiança na evolução dele. 

Quais são as ferramentas usadas para o Data-Driven no marketing digital?

Há alguns recursos que o Data-Driven Marketing precisa ter para entregar informações e evoluir. São eles:

  1. Big data;
  2. Velocidade e processamento;
  3. Matemática e estatísticas;
  4. Indicadores inteligentes;
  5. Usabilidade e Design para exibir resultados.

11  ferramentas mais comuns nas empresas para a análise de dados:

As ferramentas mais usadas para a análise em uma gestão Data-Driven Marketing são:

  • o Google Analytics;
  • o SEMRush;
  • as ferramentas de BI;
  • as ferramentas de AI, como o Adverity Marketing Analytics;  
  • o Google console; 
  • as plataformas de e-commerce;
  • o CRM;
  • o Google Ads;
  • as ferramentas de automação, e-mail e o rastreamento de leads;
  • o Facebook Ads;
  • o Google Data Studio.

Todas as plataformas listadas acima são essenciais para o marketing digital, porque criaram novas tecnologias e recursos únicos, cada vez mais importantes para o Data-Driven.

 

Aplicando Data Driven Marketing

O Data-Driven Marketing é essencial para conhecer mais sobre o consumidor, gerando estratégias exatas.

Quais são as limitações destas ferramentas?

Apesar de todas essas vantagens, as tecnologias também possuem seus limites. Dentre eles estão:

  • a disposição de dados isolada, sendo o Google Ads, por exemplo, uma plataforma muito universal;
  • o alto custo. Plataformas como o Google Data Studio e as ferramentas de BI cobram um gasto adicional para cada canal que integram;
  • a falta de interpretação de dados;
  • o excesso de informação não relevante, que acaba tirando o foco do objetivo principal;
  • a falta de indicadores importantes do marketing digital;
  • a exigência de experiência para compor relatórios complexos, ou seja, a complexidade das ferramentas.

Dito isso, observamos que essas ferramentas têm todo o potencial para a análise de dados detalhada de publicações, mas são menos eficazes quando se trata de compreensão rápida de um cenário e uma tomada de decisão mais precisa.

Sendo assim, serão apresentadas a seguir algumas soluções para o Data-Driven Marketing cumprir seu papel de forma adequada. Acompanhe!

 

apresentando resultados a partir do data driven

Como os dados são geralmente relacionados aos consumidores, o marketing sai ganhando com a estratégia de Data-Driven

Como o Data-Driven funciona no marketing?

Boa parte dos dados coletados por empresas se relaciona às ações e comportamentos dos consumidores, então, o marketing acaba sendo a área mais beneficiada dessa gestão.

Após terem acesso às informações importantes sobre mercado e público-alvo, os profissionais elaboram campanhas e estratégias mais exatas, além de manter-se atualizado com as tendências.   

Através dos dados, pode-se conhecer melhor o consumidor, além de suas necessidades e dores e assim, aprimorar as soluções oferecidas e as ações de promoção e divulgação.

Quais são as vantagens do Data-Driven para o marketing?

Existem inúmeras vantagens de envolver o Data-Driven em trabalhos com o marketing. Algumas delas são:

  • A segmentação ideal dos consumidores

Para elaborar estratégias e canais melhores para o público, nada melhor do que segmentá-lo. O Data-Driven é capaz de fazer isso de modo inteligente.

  • A criação de conteúdo mais relevante

Os dados também revelam os conteúdos mais relevantes para o público e conseguem direcionar a mensagem dos esforços de marketing.

  • A possibilidade de conduzir testes A/B

Por meio do Data-Driven, é bem mais simples conduzir e elaborar testes A/B, com a possibilidade de modificar qualquer variável e assim, comprovar uma estratégia mais eficiente no meio dos dados.

  • A integração total com as vendas 

O compartilhamento dos dados proporciona a integração entre marketing e vendas e assim, cria uma central de inteligência artificial plena.

  • A personalização sofisticada

Quanto mais dados o marketing tiver sobre o consumidor, melhor será a personalização dos conteúdos, ações e campanhas.

  • Uma experiência do consumidor melhorada

O conhecimento é a melhor ferramenta para uma experiência inesquecível e pensada de modo individual para cada público.

Quais são as soluções para o Data-Driven Marketing funcionar bem?

Além dos fundamentos mencionados anteriormente, o Data-Driven deve executar as seguintes funções:

  • sintetizar os principais indicadores e unificar os canais;
  • calcular métricas e variações, realizando um trabalho complementar à análise de dados;
  • realçar as principais informações e os dados mais importantes para o usuário, assim como suas prioridades.

Todos os indicadores, para que o usuário tenha uma boa visibilidade, devem ser apresentados de forma inteligente, prática e objetiva. Além disso, precisam ter um custo acessível e uma baixa complexidade de implementação.

 

Gestor analisando dados feitos através do Data-Driven.

O Data-Driven, adotado nas empresas, transforma a gestão delas em um processo mais inteligente e atualizado

Como aplicar o Data-Driven Marketing na minha empresa?

Para aplicar esse conceito na sua instituição, primeiro você precisa extrair e analisar dados de fontes variadas, transformando toda a informação coletada em material rico e útil para os negócios. Essa análise se dá através das ferramentas já citadas e por meio de mídias sociais, dados de mercado, consultoria, entre outros. Após a elaboração do processo de coleta, integram-se os dados, para que eles não se transformem em informações totalmente desconexas.

Por este motivo, uma gestão Data-Driven envolve a garantia do acesso coletivo aos dados, através de dashboards intuitivos. Por meio deles, os gestores ganham acesso a relatórios completos que são grandes aliados na hora de solucionar qualquer problema. Além disso, é essencial garantir que os profissionais possuam o conhecimento necessário para interpretar e aplicar os dados obtidos, já que não faz sentido ter relatórios complexos se ninguém tem a capacidade de lê-los.

Para ajudar a estruturar a inteligência de dados, as empresas podem contratar um especialista para o cargo de Chief Data Officer , ou CDO. Esse cientista de dados será muito importante para a equipe porque cuidará de todo o processo de capacitação,  administração e gestão dos dados armazenados e produzidos pela companhia. O trabalho deste profissional é essencial e decisivo para incentivar a gestão Data-Driven, já que é uma profissão atual no mercado, que está sempre aliada às últimas tendências.

Concluindo…

O Data-Driven oferece a possibilidade de usar dados para enxergar a realidade, a partir da matemática e também da AI, e não de opiniões pessoais. É uma ação cultural que demanda tempo e esforço, mas que traz uma grande recompensa no final, tudo isso guiado pela tecnologia, cada vez mais presente nos dias de hoje.

Nós, da MadeinWeb, somos especialistas em marketing digital e Data-Driven Marketing. Por isso, se quiser saber mais, acesse nosso site ou converse com um de nossos especialistas.

#Sucesso

Compartilhe

O que podemos fazer
pelo seu negócio?